Дървен материал от www.emsien3.com

The best bookmaker bet365

The best bookmaker bet365

Menu

ASSASINATO EM BRAGANÇA

Bragança

 Professor Paulo, membro do Sintepp Bragança é assassinado em sua residência. Segundo informações nada foi levado da vítima e ele pode ter sido executado. Outras apontam que ele teria sido vítima de assalto, mas nada foi levado dele. Mais informações a qualquer momento. A direção do Sintepp está na delegacia prestando queixa. Corpo do jovem será encaminhado a IML de Castanhal para perícia.

Leia mais ...

HOMICIDIO EM BRAGANÇA

 

BRAGANCA

BAIRRO DA ALDEIA - BECO DA PIPOCA  homicidio

Um Homícidio foi registrado na madrugada desta quarta-feira dia 08/11/2017, desta vez no bairro da Aldeia, no conhecido beco da Pipoca, onde foi vítima o nacional *GLEISON GALVANTE DA SILVA, vulgo "BALACÓ", que foi morto com pelo menos 3 disparos de arma de fogo, segundo informções de moradores proximos ao local do crime, "BALACÓ" não era morador das proximidades do local do crime, e não souberam explicar o por que que ele estava pela área, Polícia Civil e Polícia Militar estiveram no local colhendo informações sobre o crime, a possibilidade desse crime ter sido por encomenda, acerto de contas não ta sendo descartada, o IML Núcleo Avançado de Bragança foi acionado e fez a remoção cadavérica para Castanhal para necropsia.

Leia mais ...

➡ *OPERAÇÃO NO COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS EM AUGUSTO CORRÊA*

➡ Que no dia 07/11/2017 por volta 01H00 a gu do PPD de Augusto Corrêa Sgt Lauro e Cbs Nascimento e Da Silva e apoio da Gu do Rcobrimento Tático do 33° BPM Gu Cbs Clisme, Favacho, Aquino e Fabricio em operação na Tv Pantoja, próximo ao bar do Saba, conhecido como canto da noia, no Bairro Cidade Nova, fez a detenção do nacional Jose Max Costa Galvão 29 anos vulgo "Max" irmão do Nenen do tráfico e a menor Ilmar Araújo Valle 16 anos, que portava 05 papelote de limãozinho de maconha e dinheiro, no local próximo ao acusado foi encontrado 02 vasilhas plásticas contendo 17 papelote de pasta base de cocaína e R$ 35,00 em papel e moedas.

Leia mais ...

Terror em Capitão Poço

Terror em Capitão Poço,bandidos fortemente armados assaltam Banco do Estado e fazem reféns.

Bandidos fortemente armados usaram explosivos para roubar o dinheiro de uma agência do Banpará, no município de Capitão Poço, nordeste paraense. Este é o 55° assalto a banco no Pará em 2017.

 O assalto ocorreu por volta de duas horas na madrugada desta segunda-feira (30). Enquanto uma parte dos bandidos entrava em confronto direto com a polícia militar, os demais explodiam o caixa eletrônico. Foram levados da agência três malotes de dinheiro a Delegacia foi alvo dos disparos dos assaltantes.

A agência bancária estava abastecida para pagar funcionários públicos nos próximos dois dias.

 Os assaltantes fizeram alguns reféns que foram liberados na saída da cidade. 

Leia mais ...

Polícia Civil apreende diversas armas em Castanhal

Uma denúncia levou uma equipe da Polícia Civil, em Castanhal, a apreender quatro armas de fogo que estavam em poder de uma associação criminosa envolvidos em assaltos na região. Na ação, a polícia prendeu Pedro Henrique Reis Oliveira, 25 anos, de apelido PH, Max Júnior Volcão Costa, 28, de apelido Bacá; Yago Rayfson de Medeiros Bezerra, 25, de apelido Playboy, e o taxista Domingos Adriano Moraes Ferreira. Entre eles, também, estava Max Junior, que tem mandado de prisão acusado de participar do assalto ao prédio do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, em Castanhal, no mês de julho.

 

As prisões e apreensões foram realizadas ontem pela equipe de policiais civis do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), da região nordeste do Pará, e da Superintendência da Região Integrada de Segurança do Guamá. Segundo informações, após a denúncia anônima, os policiais civis seguiram até a área do Loteamento Jardim das Acácias, em Castanhal, onde o suspeito Max Júnior, de apelido "Bacá", estaria retornando em um táxi para Castanhal e iria se abrigar em uma casa no Loteamento. 

 

Assim, após fazer um monitoramento na área, os policiais identificaram o imóvel onde o suspeito estava escondido e ali, após revista, prenderam em flagrante Max Júnior, Yago Rayfson e Pedro Henrique. No interior da casa, os policiais civis apreenderam uma escopeta marca BaiKal, calibre 12, sem numeração aparente com 36 munições intactas; um fuzil DWM 1908 Berlin do Exército Brasileiro, tipo mosquetão, calibre 7,62, com 38 munições intactas; uma pistola calibre PT 40, com carregador e 11 munições, e uma metralhadora modelo MT 12, conhecida por “macaquinha”, calibre 9mm, com numeração suprimida, carregador e 29 munições de 9mm.

 

Além dessas apreensões, foram também apreendidas no local quatro munições calibre 380 intactas e outras nove munições calibre 38 também intactas, além de uma porção de maconha e uma máscara do personagem Anonymous. Max, Yago e Pedro são foragidos de Justiça e fugitivos do Sistema Penitenciário do Pará. Yago Rayfson tem mandado de prisão expedido pela juíza de Direito Cristina Sandoval Collyer, da 5ª Vara Criminal de Ananindeua. Logo em seguida, foi preso o taxista Domingos Ferreira acusado de transportar os outros três presos e parte do armamento apreendido até Castanhal. Os presos foram autuados pelos crimes de associação criminosa, posse de arma de fogo de calibre permitido e posse de arma de fogo de calibre restrito pelo delgado João Inácio, plantonista na Superintendência da Polícia Civil de Castanhal.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS

VEJA OUTROS VIDEOS: