Дървен материал от www.emsien3.com

The best bookmaker bet365

The best bookmaker bet365

Menu

Polícia Civil desvenda homicídio na feira de peixes de Bragança

A Polícia Civil desvendou um homicídio registrado na madrugada do último domingo, 29, na feira de peixes de Bragança, nordeste do Pará. Cláuber Felipe Gonçalves Vieira; Augusto César da Silva Martins; e Waldemir Raylan da Silva Lacerda, que trabalhavam como vigias na feira, são acusados de matar a tiros Warlison Correa dos Reis, foram presos em flagrante. O crime foi motivado por uma discussão entre os acusados e a vítima momentos antes do crime. Segundo os policiais civis responsáveis pelas investigações, a vítima era usuária de drogas.

 

Em depoimento, os presos confessaram o assassinato. Conforme o delegado Vicente Leite, responsável pelo flagrante, o crime se registrou por volta de 4 horas. Logo após ser informado do homicídio, a equipe de policiais civis foi até o local do crime, onde passou a fazer levantamentos até descobrir que os autores do crime eram três vigias da feira. Durante as investigações, os suspeitos foram presos e conduzidos para a Unidade Integrada Pro Paz de Bragança. No depoimento, Raylan da Silva, um dos presos, admitiu ter sido o autor dos disparos. 

 

Com ele, a arma de fogo utilizada no crime foi encontrada e apreendida pelos policiais. Cláuber Felipe, o outro acusado do crime, negou a autoria dos disparos, porém admitiu ter dado um chute na vítima durante a confusão antes do homicídio. O outro preso, Augusto César, por sua vez, alegou que apenas ficou mantendo guardo perto do local do crime e que não teve envolvimento na briga. Os acusados estão recolhidos à disposição da justiça.

Leia mais ...

Polícia prende pai e filha por suspeita de tráfico de drogas em Capanema

Nesta terça feira, 31/01 *Trafico Ilicito de Entorpecentes + Porte Ilegal de Arma + Contrabando/Contrav Penal.

 

       Durante Operação realizada no bairro Santa Luzia, municipio de Capanema, sob Comando do Cap Alexsandro, operação esta que visava a averiguação de denuncias d tráfico de drogas em um recinto comercial conhecido como Bar do João, as GU's deslocaram-se para o local a fim d averiguar a veracidade dos fatos. Foi feito um cerco estrategico no Bar, bem como na residencia dos suspeitos para quer não houvesse para estes qualquer oportunidade de fuga. Durante as revistas no imovel, foram encontradas 200g de substancia entorpecente prensada conhecida vulgarmente como limaozinho/maconha. Nas revistas, ainda foram achadas cerca d 50g de semente do mesmo produto entorpecente, além de 548 carteiras de cigarro contrabandeado.

       Nesta ocasião, foi dado voz de prisão ao nacional João de Deus Alves, 50 anos, dono do recinto, bem como a pessoa contra quem pesava a denuncia. 

       Durante as buscas policiais, a sra *Maria Francisca Cruz Alves, 28 anos* tentou desfazer-se de um armamento caseiro cal. 12, jogando-o na fossa da casa, porém, como o imovel estava cercado, os PPMM das Mikes visualizaram a cena pelo muro, ocasião em q esta cidade também recebeu voz de prisão e o armamento foi retirado da fossa e apresentado, juntamente com os dois nacionais e todo o restante do material apreendido na Seccional de Capanema, conforme registra o BO .

 

*PM's q participaram da Miss�o:*

Cap Alexsandro

Sgt Ferreira

Sgt Walter Dias

Sgt Ailton

Sgt Jesomi

Cb Clebson

Cb C�sar

Cb Ricardo

Sd Meirelles

Sd J Ribeiro

Sd Marcos

Sd Vasconcelos

+ apoio do policiamento velado

Leia mais ...

Acidente em Santa Maria mata dois Capanemenses na BR 316

Acidente em Santa Maria mata 2 na rodovia BR-316 Informações preliminares apontam que cinco pessoas estavam envolvidas no acidente. O motorista de uma ambulância e condutores de duas motocicletas colidiram em um trágico acidente que resultou em dois mortos e três feridos na noite desta segunda-feira (30), no município de Santa Maria, no nordeste paraense.A colisão ocorreu no Km 21 da rodovia BR-316 e uma criança está entre as vítimas fatais. A  mulher de nome Diana e a criança são de Capanema  e segundo informaçoes estariam viajando com destino a Vigia, nordeste do Pará. O trecho é considerado muito perigoso devido aos vários acidentes graves que já foram registrados no trecho. FERIDOS FORAM LEVADOS PARA CASTANHAL 

Leia mais ...

Polícias Civil e Militar prendem acusados de assaltar residência em Salinópolis

Delegacia de Salinópolis

Delegacia de Salinópolis

 

As Polícias Civil e Militar prenderam no último sábado, durante operação policial, quatro homens acusados de cometer um assalto a uma residência no bairro Bom Jesus, em Salinópolis, nordeste paraense. As vítimas estavam na frente de uma casa quando foram abordadas pelos assaltantes que estavam armados com revólveres e pistolas. Os acusados roubaram aparelhos celulares, jóias e dinheiro e fugiram em seguida. Após serem acionadas, as equipes policiais comandadas pelo delegado Fausto Bulcão e pelo major Josimar Leão iniciaram as buscas.

O primeiro a ser preso foi Yuri Anderson Pantoja Monteiro, de 20 anos, que foi reconhecido por uma das vítimas. Os outros envolvidos no crime saíram em fuga em um táxi vermelho com destino a Belém, mas foram abordados pelos policiais, na rodovia PA 324, à altura da vila de Santa Luzia. No veículo, estavam Bruno Almeida Ferreira, Shelldon Roberto Nobre Gouveia, e um adolescente de 17 anos de idade. Com eles, foram encontrados pertences roubados durante o assalto e uma porção de maconha.

Conforme o delegado, os acusados são integrantes de uma associação criminosa que tem base no bairro da Terra Firme, em Belém. "Todos já possuem extensa ficha criminal com registros de roubo qualificado, formação de associação criminosa, tráfico de drogas, porte ilegal de armas de uso restrito e homicídio", detalha. O preso Shelldon Gouveia estava na condição de foragido do presídio do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP1), desde outubro de 2016.

Ele é acusado de envolvimento em um homicídio, em Belém, há três anos. Segundo o delegado Fausto Bulcão, a associação criminosa atuava no município sob o comando de Eduardo Lopes Monteiro, que está foragido. Os acusados foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo qualificado, tráfico de drogas e formação de associação criminosa. O adolescente foi apreendido e irá responder por atos infracionais análogos aos mesmos crimes

Leia mais ...

Polícia Civil prende acusado de envolvimento na morte de mulher em Augusto Corrêa

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira, 30, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Jean Silva Correa, 20 anos, acusado de envolvimento no assassinato de Rosa Graciete Costa da Silva, 32, no dia 10 de dezembro do ano passado, em Augusto Corrêa, nordeste paraense. Ele foi preso em sua casa, no interior do município, por policiais civis da Delegacia local. A vítima foi encontrada morta às margens de um igarapé. A motivação do crime está sob investigação.

 

A prisão foi resultado de investigação em que policiais civis conseguiram identificar os dois suspeitos do crime. "Foram requeridas as prisões preventivas dos acusados, as quais foram decretadas pela Justiça", detalha o delegado Vander Veloso. O outro acusado do crime é Eurides Fernando Serrão Palheta, 43, que continua foragido.

 

Em depoimento, Jean confessou participação no crime, mas alegou que foi o comparsa o responsável por matar a vítima. "Ele afirma que apenas teria ficado no local fazendo guarda", apurou. Ele negou ter estuprado a vítima, mas essa hipótese não está descartada, já que ainda não saiu o laudo pericial. Ele vai responder por feminicídio, quando uma mulher é morta em decorrência de sua condição feminina.

 

Ainda, conforme o delegado, Jean e Eurides são suspeitos da autoria de dois estupros registrados na Delegacia de Augusto Corrêa nos dias 14 e 25 de dezembro de 2016. "Os dois já foram reconhecidos pelas vítimas e ambos estão com prisões preventivas decretadas", salienta. Com a prisão de Jean, o trabalho vai se direcionar a localizar Eurides.

Leia mais ...

E A BIG BEN, HEIN? QUE VERGONHA, ENGANAVA SEUS CLIENTES E EMBOLSAVA O TROCO

Sob o silêncio acusador dos meios de comunicação de Belém - jornais, rádios e TVs, que sobrevivem das verbas publicitárias do grupo, privando de informação seus leitores, ouvintes e telespectadores enganados que adquirem produtos nessa rede de farmácias - o Grupo Big Ben foi pego de calças curtas, mas bolsos cheios, pelo Ministério Público Federal (MPF). 
Leia mais ...
Assinar este feed RSS

VEJA OUTROS VIDEOS: